Da Maternidade eu espero...


Hoje queria compartilhar um vídeo lindo com depoimentos de mães e famílias dizendo o que esperam dos serviços de Maternidade. Partos hospitalares, partos domiciliares, a ajuda da Doula, a presença do acompanhante, a importância de profissionais humanizados cuidando da mãe e do bebê! Lindo de viver!
 

Vídeo produzido pelo Além D´Olhar Fotografia para ser apresentado pelo Grupo Samauma no I Seminário Internacional de Centros de Parto Normal, organizado pelo OPAS - Organização Pan-Americana de Saúde - e pela Rede Cegonha.

Aproveitando para compartilhar mais coisas boas... ontem no programa Encontro com Fátima Bernardes apresentado pela Rede Globo, o tema era Parto Normal ou Cesárea? Muitas mulheres entrevistadas deram o depoimento sobre seus partos e os motivos de suas escolhas, além de uma excelente explicação do obstetra Marcos Dias sobre a prática desses dois partos no Brasil. O programa contou também com a participação do pediatra Ricardo Chaves, falando sobre a importância do pré-natal e os benefícios do parto normal ao bebê. 

Foi um tema muito bem elaborado pelo programa (diferente de muitos outros programas por aí), mostrando a realidade do Brasil (quase 90% de cesáreas no serviço privado), as causas e as consequências dessa "epidemia" no país, a postura dos planos de saúde, as diferentes escolhas da mulheres e a importância da informação durante a gestação. 

Mulher bem informada não se deixa enganar por médicos que indicam cesarianas sem a real necessidade!

O programa merece ser visto na íntegra, mas selecionei algumas frases do pediatra que me chamaram a atenção e alguns links dos vídeos com informações importantes:

"Se a gente perguntasse aos bebês, eles iriam preferir nascer de Parto Normal." (Ricardo Chaves, sobre os benefícios ao bebê que nasce de parto normal)


"Que dor é essa que em 5 segundos se transforma em um sorriso?" (Ricardo Chaves, sobre a tão temida dor do parto)


"Deve-se levar em conta a data da maturidade dos bebês. Certamente teríamos mais aleitamento, mais relação mãe-bebê, menos internação em UTI, menos complicações de adaptação, se a gente respeitasse a data de escolha dos nascimentos. " (Ricardo Chaves, sobre os agendamentos prematuros das cesáreas)


Gestante já experimentou os dois tipos de partos:  
Vanessa Pangaio fala sobre o seu VBA3C (sigla em inglês que significa parto normal após 3 cesáreas), desmistificando o risco de ruptura uterina em trabalho de parto após cesárea.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coincidências? Nada é por acaso...

O Renascimento do Parto - O Filme